Selfish Love

Vai pra mais de uma semana que me pareço com um leproso*…

10/01/2015

Estoirou-se-me a cara toda de pequenas borbulhas, que me davam uma comichão imensa. Tenho alergia a médicos e hospitais e só lá vou se estiver a morrer. Também acho que não tenho que os incomodar com ninharias que posso resolver sozinha. Daí que achei que era herpes. Fui à net e claro que se confirmou.

Só me estoiram herpes, e é no lábio, quando abuso do fígado, nem sequer tenho bebido, achei estranho. Vi por que motivo estoiram e dizia: questões hormonais, pré-menopausa, vi a minha vidinha a andar pra trás, eu, com 40 anos, com sintomas de pré-menopausa, até se me gelou o sangue…, vi que pessoas sedentárias podem acumular gordura no fígado, eu, com 40 anos, com sintomas de bêbedo e de pessoa que não se mexe. Como não me tenho mexido muito, o intelecto dá cabo de mim, achei que era isso. Senti logo uma dor figadal, ou seja, confirmava-se. Vi ainda mais a minha vidinha a andar pra trás, não sei o que é pior, se pré-menopausa, se nunca mais poder beber ou comer chocolates.

Andei a beber umas cenas para desintoxicar o fígado, que consistem em: três talos de aipo, três folhas de uma cena verde que agora não me lembro do nome, três tomates, uma maçã e um limão. Bebi aquela merda duas vezes… Não comia nada, andei uns dias só a salada e frango, um enjoo só. Já fartinha, fartinha.

Na segunda feira, comichão desgraçada de novo, como tinha comido um pain au chocolat, tenho 13 anos, achei que fosse disso. Andei mais de uma semana nisto.

Não sei se sou só eu ou se a capacidade de negação é uma coisa portuguesa, juntamente com a capacidade de sofrimento, que não me permite ir logo a uma porra de um hospital ver que merda é esta. Vai daí perdi a paciência e acionei o seguro, que paguei com língua de palmo, porque a República deste meu amado Brasil me obriga a fazer um que cubra o país inteiro, acidentes e desgraças várias, tipo internamento e morte, para me poder dar um visto que dura um mísero ano.

Ontem, em vez de ter de me incomodar a ir a um hospital, véspera de feriado em São Paulo, chegava lá amanhã, os senhores do seguro disseram que vinha um médico cá a casa, achei ótimo e esperei pacientemente.

A minha cara estava um pouco vermelha, mas o que se via era a pele a escamar por conta do aciclovir, que espalhei pela cara toda por causa do herpes e que seca a pele que é um disparate. Foi a única coisa que me aliviou a comichão, lá está, tudo a confirmar-se.

Também tinha comprado um óleo para não deixar manchas na pele, que me tinha sido recomendado num site de herpes de uma americana, que me passou a mandar mails preocupadíssima com o meu herpes genital. Bem lhe disse que nunca tinha sido contemplada com essa desgraça, mas ela continuava a dizer-me que não me preocupasse que ia encontrar o amor e transar como se não houvesse amanhã, sem lhe pegar o herpes e sem me coçar toda.

Bom, ontem lá esperei o médico até que a Sílvia me disse, Isa, está uma ambulância lá fora, vai lá antes que os cachorros comecem a latir.

A ambulância era gigante, achei que era desta que tinham descoberto tudo e vinham buscar-me. A vizinhança deve ter achado que estava alguém a morrer… Felizmente, vinha silenciosa. Saem lá de dentro dois homens e uma mulher, todos pra me verem. Sérião, apanhei um cagaço imenso, olhei-lhes pras mãos, mas não vi nenhuma camisa de forças e suspirei de alívio, não sem lhes perguntar, ainda eles estavam na rua, se me iam levar e pra onde. Disseram que não e entraram-me todos pela casa a dentro. O médico, que até era giro e eu nem pude xavecá-lo por conta da cara de leproso, começa a fazer-me perguntas e a moça a agarrar-me no braço esquerdo, a medir-me a tensão, a enfiar-me um termómetro debaixo do braço, a medir-me a pulsação, a espetar-me agulhas no braço, como se eu fosse um boneco.

Diagnóstico: alergia a um creme. Não é hormonal, não é herpes, não é nada, alergia a um creme. Vou apanhar uma bebedeira.

@Mai. 13 (depois descobri que era alergia aos vernizes brasileiros)

You Might Also Like

  • Ana 01/05/2013 at 14:57

    Ahahahah o que eu me ri agora:)

    Essa mania de não ir ao médico (que eu também tenho, fujo deles a sete pés!) e pesquisar sintomas na net, mete-nos quase sempre às portas da morte, é certinho.

    • Isa 01/05/2013 at 14:58

      ahahahaha, juro, tenho um lado masoquista, só pode. e meu o que a nossa cabeça faz, do que é capaz, é muito louco. porque raio é que nós não vamos logo ver o que é, meu deus? :D

  • margarida 01/05/2013 at 15:23

    :) Foi engraçado de ler, sem dúvida!
    Procurar diagnósticos e tratamentos na internet nunca é boa coisa. Temos sempre tudo o que pode haver. Olha, pelo menos o seguro já te valeu de alguma coisa, nem que tudo espremidinho dê só mais uma experiência de vida!

    • Isa 01/05/2013 at 15:28

      isso é que é ridículo, eu tenho seguro, pq não o uso? apesar da franquia de 25 aéreos ser a meu cargo, sabes? Sim, espero que sim, que a experiência contribua pra que fique um bocadinho mais humilde e me poupe a sofrimentos desnecessários :)
      beijinhos

  • a mulher certa 01/05/2013 at 19:53

    Demais! Só rir. Felizmente nao passou de susto. Vai apanhar uma bebedeira! :))

    • Isa 01/05/2013 at 20:28

      sim, essa é a melhor parte, foi só um susto e posso embebedar-me à vontade ;))

    error: Content is protected !!